PEEP

POSITIVE END EXPIRATORY PRESSURE

PRESSÃO POSITIVA DA VIA AÉREA NO FINAL DA EXPIRAÇÃO, QUE PODE LEVAR AO AUMENTO DA OXIGENAÇÃO.

Valores usuais, que podem ser utilizados : 5 - 25 cmH2O

O uso de níveis adequados de peep com baixos níveis de FiO2 com manutenção adequada de O2 pode diminuir os efeitos adversos de sua aplicação.

CONTRA-INDICAÇÕES

-AUMENTO PIC (pressão intracraniana)
-PNMTX (pneumotórax) não drenado
-Fístula broncopleural
-Hipovolêmia
-DIMINUIÇÃO DC (débito cardíaco)
-Rececção pulmonar recente

EFEITOS POSITIVOS

-AUMENTAR recrutamento alveolar
-AUMENTAR CRF (capacidade residual funcional)
-AUMENTAR PaO2
-Redistribuir líquido (fluído) no alvéolo
-DIMINUIR FiO2 requerida
-Prevenir Colapso alveolar

EFEITOS NEGATIVOS

-DIMINUIR RV (retorno venoso) e Pré-carga
-DIMINUIR DC (débito cardíaco)
-Pode causar hipotensão e hipoperfusão
-Pode causar barotrauma
-Pode AUMENTAR PIC

PEEP NA PRÁTICA

-Iniciar com a peep de 5cmH2O
-Aumentar a peep de 2 - 3 cmH2O a cada 30 - 60 min para manter StO2 > 88% ou PaO2 > 55 mmHg

COMBINAÇÕES DE PEEP / FiO2 NA SARA

pastedGraphic.png
MONITORIZAR

-PaO2 ou StO2
-Sinais Vitais (diminuição RV - hipotensão)
-diminuição do nível de consciência (aumento PIC - diminuição glasgow)
-hipoperfusão (diminuição do débito urinário)
-barotrauma (PNMTX, enfisema subcutâneo)
-Pressão de Platô (< 30 cmH2O é bom, > 35 cm H2O é ruim)

Referência Bibliográfica
NUGENT, Kenneth e NOURBAKHSH, Eva. MD. A beside guide to mechanical ventilation. 1a. ed. Abril, 2011. Texas. EUA.